Desabafo.

03/03/2011

Ontem à noite vi uma reportagem sobre o Caso Lavínia , dormi com isso na cabeça e acordei com isso na cabeça.

E fiquei me perguntando : Será mesmo que o valor de uma vida é assim tão insignificante.?

Uma criança foi morta pela quantia de 2 mil reais.Uma CRIANÇA gente, apenas seis anos, não teve nem a oportunidade de conhecer as coisas boas da vida, e a ultima imagem dela desse mundo foi a maldade do ser humano.

Isso já é muito chocante por si só, mas o que me assusta é que não é mais um caso isolado, já virou rotineiro vermos noticias como essa na tv.

Há mais ou menos 15 dias dois estudantes foram baleados e um foi morto na frente da Faculdade Getúlio Vargas , motivo teria sido ciúmes, segundo reportagem um dos estudantes teria mexido com uma garota no bar, o namorado dela foi em casa e depois voltou ao bar com o irmão e armas e alvejaram os estudantes.Nesse mesmo período um casal do interior de sp e sua emprega foram mortos e os bandidos pegaram cerca de 2 mil reais da conta do casal.Falando de forma mais fria e assustadora, a vida de cada um deles custou em média 667,00 reais.Sempre achei que colocando números nos fatos, dava a real dimensão da gravidade.Fora o caso Vanessa, o caso Mércia Nakashima, entre outros milhares que não são televisionados.

Isso chega a me dar um nó na garganta, pensar na dor de quem se foi, no sofrimento das famílias desfeitas que ficam, e na impunidade contra quem cometeu esses crimes.

Enfim, muita gente comenta sobre as mudanças climáticas como sendo o fim do mundo, mas eu acho que Deus vendo nossa atual situação não gastaria os poderes divinos dele com dilúvios ou terremotos, apenas deixaria o curso seguir.

Até os animais matam, mas fazem isso ou para se defender ou para se alimentar.

E ainda dizem que os humanos é que são a Raça Inteligente.

— Parem o mundo que eu quero descer .! —

** Geralmente não comento dessas coisas aqui, mas hj esse é o sentimento que me domina..e precisava partilhar.. **

Beeeejo

Anúncios

Sempre volta..

23/02/2011

Tem pedacinhos do coração que a gente precisa jogar fora…

Daí que um dia a campainha bate…

Você acha uma caixinha com seu nome, e dentro tem aquele pedacinho de você…

Alguém deixou ali para te lembrar que o que é seu,

inexplicavelmente, sempre volta para você.!

 

 

Confusa .!

 

 

Daqui..


Ai ai viu.!

30/11/2010

O nome desse post já foi o nome do meu antigo blog, do qual eu estava me lembrando hoje, não sentindo falta, apenas lembrando.Não me permito sentir falta dele, porque sentir falta dele significa sentir saudades do que eu vivia naquela época.E isso eu não sinto.

Mas também não posso simplesmente ignorar tudo o que passou, até porque tudo aquilo ( tristezas, alegrias, lágrimas, risadas tudo junto e misturado.rs. ) me fez ser o que sou hoje, de certa forma eu tinha até que ser grata.O que ainda não sou evoluída o suficiente para fazer.Espero ser um dia.

Ainda é difícil relembrar certas coisas. ( Por isso vamos deixar esses detalhes pra um outro post, num outro dia, num outro mês, e por aí vai.. )

O que importa é que hoje, não ontem e amanhã quem sabe, mas HOJE eu me sinto muito bem, bem comigo mesma, não me culpo e nem lamento.

Aprendi a aceitar o peso das minhas escolhas e assim me permiti seguir em frente.

E hoje entendo o significado da frase : ” Quando você sorri pra vida ela te sorri de volta. “

E a forma dela me ‘ sorrir ‘ foi juntando os meus pedacinhos, e me deixando inteira novamente, mas ainda havia algo em mim que permanecia escondidinho e bem quietinho, mas isso também mudou, quando mais uma vez a vida me surpreendeu e me trouxe você.

E hoje o que estava bem escondidinho e quietinho bate mais forte toda vez que eu te vejo.

E eu entendi que  Deus não te tira as coisas, Ele te livra delas .!

Um Beeejo